O Brasil não é o país do futuro

por llforbes

Bingo. Agora tudo faz sentido. O Brasil não é o pais do futuro. O Brasil é de Vênus. E a explicação é astrológica: a Terra demora 12 meses para girar em torno do sol. Vênus tem um período orbital de 225 dias, ou sete meses terráqueos e meio. No Brasil o mês de dezembro inexiste. Entre os dois mil, quinhentos e quatro eventos de final de ano, ressacas, compras, véspera de Natal, Natal, ressacas e Ano Novo, não sobra nada. De primeiro de janeiro até a segunda-feira depois da quarta-feira de cinzas o país inteiro se arrasta e mais três meses são riscados do calendário. Daí tem também Páscoa, Corpus Christi, Tiradentes, Dia do Trabalho, Nossa Senhora Aparecida, Finados, Proclamação da República, Consciência Negra, pontes, pontos facultativos, enforcadas… e já é dezembro novamente. Somando todo o tempo útil que sobra, temos somente — to bege — sete meses e meio. Não é coincidência, é matemática aplicada.

Só me resta agora entender direito como viemos parar aqui. E a teoria que me parece mais razoável é a de que Ele, já de saco cheio do desempenho do Brasil em terras venusianas, resolveu nos catapultar para fora da estrela d’alva e nos estacionar, só de sacanagem, na América do Sul. Há de haver evidência científica sustentando a catapultagem interplanetária e o CNPq há de me patrocinar, certeza. Estocolmo 2010 in Chanel couture, aqui vou eu.
+ =
:-)

Laura