Get Smarter

por llforbes


A revista Wired de maio publicou um artigo muito interessante chamado “Get Smarter: 12 Hacks That Will Amp Up Your Brainpower”, que ensina 12 truques para melhorar a chamada “inteligência funcional”. Ainda não pus à prova, mas fiz um resumo rápido em português das 12 dicas, para quem, como eu, trava uma batalha constante contra a falta de foco e concentração, entre outros males modernos. Clique aqui para ler o artigo em inglês (ou procure nas bancas, já que a Wired é daquelas revistas legais de ter):

01. Distract yourself (Se distraia): Estude coisas marginalmente diferentes do que você originalmente pretendia – seu cérebro trabalhará com mais afinco para guardar a informação original.

02. Caffeinate with care (Cafeína com moderação): Pequenas doses de cafeína ao longo do dia, somadas a um pouco de açúcar e um lanchinho com carboidrato ao invés de doses maciças de café pela manhã.

03. Feed your mind (Alimente sua mente): Aprenda a técnica correta para armazenar vastas quantidades de conhecimento (adorei o gráfico).

04. Think Positive (Pense positivo): aprender coisas novas, e acreditar que você pode aprender coisas novas, se torna um círculo virtuoso: quando você pensa que esta ficando mais inteligente, você acaba estudando mais, fazendo assim mais conexões nervosas.

05. Do the right drugs (Acerte nas drogas): Os prós e contras de alguns neuroenhancers, como Adderall, e outras remédios capazes de melhorar a capacidade cognitiva. (Sobre neuroenhancers, vale muito a pena ler “Brain Gain”, artigo publicado na New Yorker, no ano passado.)

06. How to juice your IQ Score (Como “dar um gás” no seu teste de QI): Estude os testes verbais, numéricos e espaciais. (achei esta dica meio gol de mão, mas…)

07. Know your Brain (Conheça seu cérebro): quem é responsável por o quê:

08. Don’t Panic (Não entre em pânico): períodos de ansiedade e stress intensos disparam o funcionamento da amídala, uma das regiões mais primitivas do cérebro, que acaba anulando o funcionamento do córtex pré-frotal, responsável pela memória funcional e funções executivas. Yoga e cochilos seriam os antídotos.

09. Embrace Chaos (Aceite o caos): se confunda. Aprenda de forma randômica.

10. Get visual (Visualize): decore visualmente o que for possível.

11. Choose your exercise wisely (Escolha o seu exercício físico de forma inteligente: exercício aeróbio e yoga têm impacto positivo na inteligência, enquanto musculação é irrelevante (quem diria! :-P).

12. Slow Down (Desacelere): 500 palavras por minuto é o máximo que o cérebro consegue assimilar.

E aqui outro ótimo artigo sobre inteligência, concentração e os efeitos da internet, escrito pelo Steven Pinker, professor de psicologia em Harvard, e publicado semana passada no New York Times. O artigo é um resposta muito bem humorada ao novo livro do Nicholas Carr “The Shallows: What the internet is doing to our brains” e à ideia que a internet vai nos idiotizar.

:-)

Laura