Magreza não tem preço

por llforbes

Este cartum da New Yorker de 20 de setembro traduz bem a resposta a uma pergunta que costumo fazer: Você, amiga, preferiria ser muito rica ou muito magra?
:-)
Laura